SEGUNDA FASE: dicas importantes para suas respostas

Dicas sobre como escrever respostas discursivas

Olá! Com as provas de segunda fase chegando, sempre surgem dúvidas sobre como elaborar uma boa resposta discursiva que atenda ao que os vestibulares cobram dos candidatos.

Elaboramos uma lista com dicas para que você possa apresentar uma resposta que seja clara e objetiva, dentro dos padrões exigidos pelos principais vestibulares e concursos do país.

Atenção aos comandos da questão!

O primeiro passo importante para resolver uma questão de História com tranquilidade é entender o que o comando da questão exige. 

  • SEGUNDO O TEXTO, DE ACORDO COM O TEXTO, NO TEXTO: estes comandos exigem que o candidato retire do texto apresentado a resposta da questão. Neste caso, o que está sendo analisado é a habilidade de interpretação de texto. Uma dica interessante é ler o comando da questão (a pergunta) antes da leitura do texto apresentado. Com isso, você ganhará tempo e já na primeira leitura do texto saberá o que é importante para compor a sua resposta. Abaixo, segue um exemplo deste tipo de questão:
O comando “segundo o texto” indica que a primeira parte da resposta deve ser retirada do poema apresentado na questão.
  • A PARTIR DO TEXTO: neste caso, a questão exige que o candidato utilize dados do texto como um ponto de partida para a elaboração da resposta. Logo, a resposta deve ir além do conteúdo apresentado no enunciado, contendo informações adicionais que indicam que o candidato possui conhecimentos sobre o tema da questão que não estão evidentes no texto. Muitas vezes, este comando vem acompanhado de uma instrução clara sobre isso, como “a partir do texto e de seus conhecimentos”. Eis um exemplo:
No item a) da questão, o comando é claro: utilize elementos do texto e de seus conhecimentos. Atenção para não utilizar elementos do texto que sejam divergentes dos conhecimentos apresentados em sua resposta.
  • EXPLIQUE, DEFINA E ANALISE: em questões com estes comandos, geralmente o que se demanda do candidato é uma análise de causa e consequência ou a definição de um conceito. No primeiro caso, você deverá apresentar, de forma clara e objetiva, as causas ou as consequências relativas ao evento abordado pela questão. Geralmente, estas análises se pautam em questões econômicas, políticas, culturais e sociais. Para tornar sua resposta mais objetiva, lembre-se de estabelecer o recorte histórico,ou seja, o contexto ao qual a questão faz referência. E não se preocupe com dados e relações muito específicas. Geralmente, as questões abordam características evidentes de cada período, ou seja, de maior importância. No segundo caso, o comando explique pode demandar tanto a definição de um conceito quanto uma relação de causa e consequência de um determinado evento histórico. Vejamos um exemplo: 
Além de analisar e explicar, a questão ainda demanda que o candidato aponte elementos, ou seja, cite os elementos que serão explicados e analisados.
  • APONTE, APRESENTE, CITE, IDENTIFIQUE E INDIQUE: quando estes comandos são apresentados, o que se exige do candidato é que ele liste alguns elementos que respondam à questão. Logo, quando estes comandos não vierem acompanhados de palavras como analise ou explique, não foi cobrado tal análise ou tal explicação do candidato. Apenas citar, indicar ou apontar é o suficiente. Caso o candidato queira explicar o que foi citado, ele correrá dois riscos: o primeiro, perder um tempo precioso fazendo algo que não foi exigido, tempo este que poderá ser crucial ao final da prova; o segundo, apresentar uma explicação errada em relação ao que foi citado na resposta, fato que ocasionará uma perda de pontuação na nota. Vamos a mais um exemplo:
No item a) da questão, basta apresentar uma resposta objetiva citando o que foi pedido, sem nenhuma explicação adicional.

Cuidado com o tamanho da sua resposta!

Muitas vezes, ouvimos que uma boa resposta a uma questão de Historia deve ser grande. Isso é um mito criado ao longo do Ensino Médio. Muitos afirmam que respostas curtas estariam necessariamente incompletas. ISSO NÃO É VERDADE! Pensemos sobre a folha de resposta que os vestibulares fornecem aos candidatos: elas não têm aquele espaço delimitado para a resposta de cada questão à toa. Na verdade, além do conteúdo abordado pela questão, os vestibulares também analisam a competência dos candidatos em relação ao seu poder de síntese e objetividade. As questões mais longas de História demandam, em média, 10 linhas de resposta (é claro que esse número de linhas varia de acordo com a caligrafia do candidato). Portanto, não fique inseguro se sua resposta parece “pequena”. Para ilustrar esse tópico, vejamos uma questão da Unicamp de 2018 e a resposta esperada pela banca examinadora.

Atente para os elementos exigidos pela banca examinadora. A resposta deve ser objetiva.

Palavras-chave: a chave de uma boa resposta

Quando você começar a pensar na resposta de uma questão, lembre-se das palavras-chave. Elas são conceitos geradores, ou seja, conceitos que servem de ponto de apoio para o desenvolvimento de sua resposta. Por exemplo, em uma questão sobre Feudalismo, automaticamente devemos pensar em palavras chaves como suserania, vassalagem, teocentrismo, servidão, feudo, estamento, etc. Caso o tema seja Democracia Ateniense, termos como debate, cidadania, retórica, assembleia, deliberação e escravidão são fundamentais. É muito útil ter um pequeno glossário de termos fundamentais de cada período histórico.

Por último, mas não menos importante…

Você se preparou o ano inteiro para as provas que agora estão aí, batendo à sua porta! Você não tem o que temer das provas. Elas não serão surpreendentes. Em História, o conteúdo abordado pelas provas é claro e objetivo. É totalmente compreensível que você esteja sentido ansiedade neste momento. Quem não estaria ansioso depois de tanto preparo? Contudo, não há motivos para que você sinta insegurança. A prova não vai te surpreender. E, caso apareça algo que você aparentemente não se lembra, não entre em pânico. Respire! Pense no contexto histórico da questão, anote ao lado da questão as palavras chaves daquele contexto e comece a pensar numa resposta. Para cada resposta, há sempre um primeiro passo. E eu tenho certeza que você está pronto para encarar qualquer questão.


Um vídeo sempre ajuda!

Quer revisar alguns conteúdos de História, Sociologia e Atualidades a partir de videoaulas? Inscreva-se em nosso cana no Youtube! Basta clicar no botão abaixo!

Nosso canal no Youtube!

E não deixe de conferir nossas lives sobre os vestibulares!

LIVE: FUVEST 2019
LIVE: UNICAMP 2019

BOAS PROVAS! 👋

%d blogueiros gostam disto: