Oi pessoal, vamos ver as respostas da UERJ e as dicas?

Não viu o post de ontem? Dá uma olhada aqui.

Neste post de hoje a ideia é responder as questões e explicar um pouco cada processo trabalhado por elas.

Vamos analisar as questões e ver umas dicas?


 

Alternativa: B
O Brexit é acima de tudo, hoje, um problema econômico para os britânicos, pois a saída do bloco europeu terá impactos muito mais graves do que os previstos antes. A dica está no comando da questão, em “novas relações com o bloco europeu”. Bom..o bloco é econômico, certo? A resposta então deveria ir na mesma direção, já que os prejuízos de sair de um bloco econômico serão também econômicos.

Esse vídeo aqui pode ajudar. Este post aqui traz perguntas e respostas sobre o tema.

E como está o processo do Brexit? Uma novela…
Na prática, com a recente queda da Primeira Ministra e a não aprovação de um plano para o Brexit, a discussão pode se prolongar ainda até outubro. Trataremos do tema assim que algo mais for decidido.



Alternativa: B

O texto dá a resposta ao dizer que “os países europeus fecham suas fronteiras e ignoram que essas vítimas vão morrer justam,ente tentando fugir da situação que eles (países europeus) criaram”. Nesse caso o texto de fato era fundamental: sempre leia bem o texto!

Dá uma olhada aqui, aqui, aqui e aqui

Alternativa: B

A charge faz uma ironia. Tudo é igual entre os dois lados, exceto pela aliança com os EUA. Essa aliança (e isso a charge não comenta, é conhecimento externo) se dá pela economia: a Arábia é uma grande compradora de produtos dos EUA e, acima de tudo, uma grande fornecedora de petróleo, essencial para a economia dos EUA.

Aqui tem um vídeo sobre o tema, aqui também e  sobre a Arábia Saudita, basta ver aqui

 

Alternativa: D
Essa questão é muito bacana e vai na linha de um aniversário: 30 anos da queda do Muro de Berlim. A queda do muro possibilitou a fusão de dois Estados e a reunificação da nação alemã (faremos uma live sobre isso). Vejam que o texto fala de consular a população envolvida, ou seja, levar em consideração a vontade das pessoas.

Em uma definição rápida, Nação pode ser entendido como um conjunto de pessoas ligadas por “laços naturais” que servem (os laços) para dar base à criação de um Estado. Claro que “laços naturais” é uma definição ampla, que abre espaço para diversas manipulações. Seriam laços raciais? Religiosos? Territoriais? Nações são, assim, projetos políticos de quem está no poder ou quem quer chegar ao poder.

Aqui tem uma playlist de conceitos básicos em política. Veja também nosso post sobre as eleições europeias? Por fim, fica a dica: o aniversário da queda do Muro de Berlim pode gerar comparações com outras barreiras ainda existentes no mundo hoje, dá uma olhada nesse post aqui.

 

Alternativa: C

Essa questão também não apareceu sem razão. Questões raciais estão se tornando mais graves (no sentido da violência) no mundo todo. Aliás, anota aí: tem crescido o ódio contra os judeus na Europa. Supremacistas raciais são hoje, para o FBI, a maior ameaça, a maior forma de terrorismo dentro dos EUA. A questão da UERJ exigia conhecimento do racismo dos EUA, a Ku Klux Klan foi originalmente fundada após a guerra civil dos EUA como uma forma de resistência, no sul, contra os valores do norte. Um desses valores era justamente a abolição, a liberdade dos negros, o que deu à Klan seu caráter racista mais destacado.

Pra se aprofundar na questão racial, dá uma olhada aqui e também aqui

Alternativa: A

A internet é um território democrático. mais do que isso, é uma via de mão dupla em que todos podem consumir e produzir ao mesmo tempo, a primeira mídia que de fato permite este processo de aumento da participação das pessoas. Jornais, TVs e rádio não permitiam isso. Ou seja, houve uma ampliação de inclusão/participação. Com isso cresce também o efeito das fake news: mais gente está exposta a diversas versões sobre vários fatos, muitas vezes versões falsas. Isso só ocorre, reforçando, pelo aumento do número de pessoas conectadas ou, como coloca a questão, pelo aumento da inclusão.

Tem vídeo aqui ó.

Alternativa: D
A questão exigia ou um bom conhecimento do tema e uma leitura atenta, ou uma boa análise do mapa e do enunciado (ou tudo né rs).
Começando pelo mapa, fica fácil perceber que não havia uma ligação territorial entre a Rússia e a Crimeia. A questão explica a razão: a Crimeia era parte da Ucrânia, não da Rússia, até sua anexação (controversa) em 2014. O tema ainda gera debates acalorados. A questão dá dicas também, ao mencionar “mudanças no processo de anexação da Crimeia à jurisdição do governo russo”, indicando uma maior…integração.
00
Tem detalhes nesse vídeo aqui.

 

Gostou da prova?

Já deu uma olhada na nossa REVISÃO de ATUALIDADES online? Vários desses temas foram tratados nela, vale a pena conhecer.

Até amanhã 🙂